Páginas

terça-feira, 4 de agosto de 2015

O SILÊNCIO DAS MADRUGADAS.

Um silêncio cheio de palavras?
Um silêncio cheio de emoções?
Um silêncio cheio de ações?
É difícil quando o sono se despede e nos deixa sozinhos com nossos pensamentos.
O celebro parece uma máquina fotográfica que fica projetando os slides das situações que se passaram no dia anterior ou por sua grande capacidade, fica projetando imagens com previsões de como vamos agir no dia seguinte diante das situações que irão se apresentar.
A noite é o intervalo entre o passado e o futuro.
Talvez seja o tempo das decisões ou arrependimentos.
É o tempo em que a famosa pergunta se instala em nosso coração: "E se eu tivesse...?"
Porém o ontem não posso mais modificar e o futuro talvez não venha conforme o planejado.
A lágrima de hoje pode ser o prenuncio do sorriso de amanhã.
O nervosismo de ontem pode ser a resposta inteligente para o dia seguinte.
A sabedoria nos espreita na escuridão da noite,e nela encontramos a resposta perfeita para todas as perguntas, pois estamos sozinhos e podemos com isso sonhar com a perfeição. Não dependemos da decisão de ninguém mais, somente de nós mesmos.
Neste intervalo entre o ontem e o amanhã existe a perfeição, onde somos sábios, serenos e tendo todas as respostas para as questões de nossa vida.
Ficamos neste mar ilusório das questões bem resolvidas, porém quando o sol nascer voltaremos a ser somente humanos.
As decisões não serão tão sábias, os passos não serão tão firmes, teremos muitas dúvidas, agiremos muitas vezes no impulso do momento e talvez quem sabe, tomemos as decisões certas, porém não sábias.
Quem sabe o que acontecerá quando o amanhã chegar? 
Talvez a beleza da vida seja essa, o próximo minuto será sempre uma surpresa, algo inesperado.
Boa noite. Até amanhã vida.







sábado, 30 de maio de 2015

ROMANTISMO



Ela sai do banho e se a põe se enxugar
No rosto dele um sorriso, extremamente terno
Ele não está olhando as formas do seu corpo
Mas a leveza de seus gestos ao se cuidar


Ele na frente do espelho a se barbear
Ela se encosta na porta e fica a contemplar
E seus olhos brilham de ternura
Nos gestos dele a se cuidar


Os olhares se encontram
Os braços se estendem
Os pés se movem
E eles se abraçam


E o momento romântico acontece
Num lugar inusitado
O romantismo pode ser programado
Mas ele é mais forte quando simplesmente acontece.



quinta-feira, 28 de maio de 2015

UMA LÁGRIMA OU UM SORRISO?



Hoje não quero ficar presa em rimas, e nem nos versos, as palavras querem liberdade para expressar o que o meu coração está sentindo.

Porém está difícil expressar o que sinto sem parecer um lamento, pois o que quero registrar não é a lágrima contida mas o sorriso exibido.

Não é uma luta, é apenas buscar o viver pacificamente com aquilo que não se pode mudar. Pois luta significa combate e como consequência pode sair ferido.

Quero continuar sorrindo mesmo que no fundo haja uma lágrima contida. A dor não pode ser maior que minha alegria. Então não há o questionamento se é uma lágrima ou um sorriso, pois no meu rosto só terá o sorriso.


quarta-feira, 27 de maio de 2015

TRISTEZA CHEIA DE PAZ

A sociedade nos cobra felicidade
Devemos correr atras dela
Pagar qualquer preço por ela
Que acabamos vendendo a nossa liberdade.
A sociedade fala que temos que ter um casamento
Então muitos correm desesperadamente para encontrar o seu par
E nos fazem esquecer que somos um ser impar
E nascemos, vivemos e morremos no isolamento.
A sociedade nos cobra procriação
E ventres que nunca deveriam frutificar
Acabam gerando vidas que não podem cuidar
E que ficam espalhados, sozinhos na multidão
A sociedade me cobrou isso e muito mais
Porém eu não paguei o preço pedido
Talvez o meu preço seja muito alto
E neste último verso não há rima
Pois prefiro a alegria solta e talvez tola
De achar graça das minhas desgraças
Caminhar pela vida sozinha, acompanhada de muitas pessoas
E peço a sociedade que me deixe por aqui:
Com minha tristeza cheia de paz.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

O JOGO DO ONTEM E DO HOJE



O hoje é a solidão, mas cheia de amor.
O ontem foi feito de escolhas: qual tipo de amor priorizar?
O hoje é as vezes tempo de esperar
O ontem foi feita a escolha por quem esperar
O hoje é feito de janelas de carinho, de paz e de amor
O ontem cerrou-se portas para algum tipo de amor
O hoje não foi experimentado alguns tipos de amor
O ontem não foram escolhidos
O hoje ou ontem é e foi apenas um jogo,
Pois o ontem não existe mais,
e o hoje já está quase sendo ontem
e amanhã será hoje




sábado, 13 de dezembro de 2014

quinta-feira, 14 de agosto de 2014